Gean Senhorini

Gean Senhorini

Segunda, 08 Janeiro 2018 05:19

Janeiro Roxo alerta sobre a hanseníase

Cerca de 30 mil casos novos de hanseníase são registrados por ano no brasil

Br Mais News - Segundo a organização mundial de saúde, o país só perde em número de casos novos para a índia.  A doença é transmitida através de uma bactéria. E no início ataca os nervos e a pele, mas a doença pode se agravar e atingir outros órgãos, alertou o médico da sociedade brasileira de hansenologia, Claudio Salgado.

A doença tem tratamento e cura, mas precisa ser diagnosticada no início. O tratamento da hanseníase é feito nas unidades básicas de saúde que dispõe dos medicamentos necessários para o controle da doença.

Foi prorrogado no final do ano passado  o prazo para que proprietários rurais se inscrevam no Cadastro Ambiental Rural (CAR). A base eletrônica de dados foi criada a partir do novo Código Florestal e contém informações das propriedades e posses rurais, além dos limites das posses com áreas de vegetação nativa e reservadas para preservação.

O novo prazo final para inscrição é 31 de maio de 2018. O decreto foi assinado pelo presidente Michel Temer. O prazo anterior era 31 de dezembro do ano passado.

A inscrição no cadastro eletrônico é obrigatória para todos os imóveis rurais do país. A regularização ambiental das propriedades pode garantir acesso a benefícios e compensações para imóveis que possuem excedentes de vegetação nativa ou cotas de reserva ambiental.

Valdemar Melato presidente do Sindicato Patronal de Assis Chateaubriand, disse que a prorrogação foi necessária devido a problemas que muitos agricultores tiveram com relação ao sistema, sendo que em novembro houve congestionamento de dados. Melato ainda lembrou que os dados que estavam com inconsistência e teve que ser refeito pelo proprietário.

Até o mês de novembro do ano passado 78% das propriedades estavam cadastradas e os estados de São Paulo e Mato Grosso já teriam alcançado quase 100 %. Os estados do Nordeste são os mais atrasados, nas demais regiões todos já passaram dos 75%.

Texto: Erico Malvezi

 

O ministério do Planejamento divulgou nesta segunda-feira (8) ao portal G1 o calendário de saques do Fundo PIS/Pasep para beneficiários com idade a partir de 60 anos. No sábado (6), entrou em vigor a Medida Provisória 813/2017, que reduziu a idade mínima para saque do Fundo PIS/Pasep.

A partir desta segunda-feira (8), mulheres com 62 anos ou mais e homens com 65 anos ou mais poderão sacar o dinheiro. No dia 22 de janeiro, idosos com idade a partir de 60 anos com conta corrente ou poupança individual na Caixa e no Banco do Brasil terão o dinheiro depositado por meio de crédito automático. A partir do dia 24, começa o pagamento nas agências para esses idosos que não têm conta nos bancos.

Veja calendário:

A partir de 08/01: saque para mulheres com 62 anos ou mais e homens com 65 anos ou mais

22/01: crédito em conta corrente para idosos com idade a partir de 60 anos com conta na Caixa e BB

A partir de 24/01: saque para idosos com idade a partir de 60 anos

Em qualquer data, sem necessidade de seguir calendário: saque para aposentados, idosos com mais de 70 anos e herdeiros de cotistas falecidos

Tem direito aos recursos do fundo de cotistas o trabalhador do setor público ou privado que tenha contribuído para o PIS ou Pasep até 4 de outubro de 1988 e que não tenha feito o resgate total do saldo.

No total, 12,5 milhões de trabalhadores podem ser beneficiados pela medida, injetando cerca de R$ 23,6 bilhões na economia. Até o dia 1º de janeiro, foram pagos R$ 2,22 bilhões a cerca de 1,7 milhão de cotistas do Fundo PIS-Pasep, segundo o Ministério do Planejamento. Já a Medida Provisória 813/17 amplia o número de beneficiários em 4,5 milhões, que receberão R$ 7,8 bilhões.

Descontando o público que já sacou seus recursos em 2017, a partir de janeiro de 2018, ficarão disponíveis R$ 21,4 bilhões a 10,9 milhões de pessoas.

A Caixa Econômica Federal é responsável pelo pagamento dos recursos do PIS, que corresponde a cerca de 70% dos saques. Já as contas do Pasep, vinculadas aos servidores públicos civis ou militares, são administradas pelo Banco do Brasil e correspondem a 30%.

 

Da Assessoria

O retrospecto positivo alcançado pelo chateaubriandense Vinicius Leonardo (Léo) com a camisa da Ponte Preta em 2017 pode ser o diferencial para a temporada 2018 em sua carreira. Prestigiado pelo técnico da macaca, Léo esteve entre os titulares em todas as competições disputadas pelo time de campinas e esta liderança, o transformou em capitão da equipe sub 17 da Ponte.

Em 2017, a Ponte Preta disputou a Copa do Brasil sub 17, Copa BH, Copa Ipiranga e o Campeonato Paulista sub 17, o qual a equipe sagrou-se campeã, vencendo o Palmeiras na grande decisão. Encerrada a temporada, o promissor atleta chateaubriandense foi selecionado para disputar a Copa São Paulo de Futebol Juniores, porém graças ao seu ótimo retrospecto no ano passado, a notícia foi ainda melhor e Léo foi convocado para treinar com a equipe principal da Ponte Preta, que irá disputar o Campeonato Paulista de Futebol 2018.

Em uma rápida passagem por Assis chateaubriand para visitar familiares e amigos, Vinicius Leonardo agradeceu ao apoio recebido por parte de todos os chateaubriandenses e promete se dedicar ainda mais em 2018. “Sei que enquanto eu estava em campo, muitas pessoas estavam torcendo por mim e isto me deixa muito orgulhoso e aumenta ainda mais minha responsabilidade com esta camisa. Agradeço de coração a todos pela torcida e prometo me dedicar ainda mais para que possamos comemorar muito mais conquistas em 2018”. Concluiu Léo.

 

Ninguém acertou os seis números do concurso 2.002 da Mega-Sena sorteados neste sábado (6) na cidade de Camboriú (SC). O prêmio estimado para o próximo concurso, que será sorteado na quarta-feira (10), é de R$ 8,5 milhões.

Veja as dezenas: 04 - 28 - 30 - 38 - 46 - 59.

A quina saiu para 24 apostas e cada uma delas levará um prêmio de R$ 69.257,39. Outros 2.214 bilhetes acertaram a quadra e ficarão com R$ 1.072,51 cada.

Para apostar

As apostas podem ser feitas em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Primeira criança a nascer em 2018 na “Cidade Morada Amiga” é uma menina e vai se chamar Laura

O primeiro nascimento do ano de 2018 em Assis Chateaubriand somente aconteceu no terceiro dia, o recém nascido é do sexo feminino e vai se chamar Laura.  A mãe Adrieli de Lara Fernandes e seu esposo residem no interior do Patrimônio Engenheiro Azaury. A pequena Laura nasceu às 15 horas e 15 minutos com três quilos e cinquenta gramas e cinquenta centímetros, sendo a primeira filha do casal.

Segundo informações da Associação Beneficente Moacir Micheletto, o nascimento da bebê foi através de parto cesárea e mãe e filha devem receber alta nesta sexta-feira, 5.

Pouco mais de 2 horas depois do nascimento de Laura, houve o registro de outro nascimento, numa unidade hospitalar diferente. Às 17 horas e 40 minutos nasceu um menino que vai se chamar Heitor. A criança nasceu com três quilos e 280 gramas e 50 centímetros. E conforme informações repassadas pelo Hospital São Lucas, o bebe nasceu por meio de parto cesárea. A mãe é Roberta Picollo Padovan.

Texto: Erico Malvezi

 

 

Morreram mais homens do que mulheres

Infarto é o que mais matou seguido por câncer e parada cardiorrespiratória

Durante o ano de 2017 em Assis Chateaubriand foram sepultadas no Cemitério Jardim da Paz 242 pessoas, isso de 1º de janeiro até 31 de Dezembro de 2017.  Deste total, 137 eram homens e 105 mulheres.

Segundo informações do último senso realizado pelo IBGE em 2010, havia 670 mulheres a mais do que homens, sendo um total de 16 mil 849 contra 16 mil 179. Mesmo tendo mais pessoas do sexo feminino, estão morrendo em menor quantidade.

No mês de janeiro foram 15 sepultamentos, fevereiro 17, março 21, abril 25, maio 18, junho 17, julho oito, agosto e setembro foram os meses com maior número de sepultamentos chegando a 28 cada. Outubro foram 24, outros 20 em Novembro e no último mês 21 pessoas foram enterradas.

O que mais tem matado os chateaubriandenses são as Paradas Cardíacas ou infarto. Um total de 44 em 2017. Em Segundo lugar aparece a temida doença conhecida como CA- câncer matando 37 pessoas. Parada cardiorrespiratória ou insuficiência também matou muita gente, foram 36 ocorrências. Houve o sepultamento de 25 pessoas, no qual não foi possível ou não divulgado o que teria provocado o óbito.

Outro dado do relatório é que 18 pessoas foram vitimas de acidentes de trânsito, 15 morreram de infecção generalizada e mais 15 tiveram falência múltipla de órgãos. Pneumonia matou 13 pessoas, outras 12 sofreram o chamado AVC- Acidente Vascular Cerebral. A cirrose foi a causa de morte de oito chateaubriandenses. Quatro morreram por complicações do Diabetes e outras quatro foram vitimas de broncopneumonia. Três pessoas morreram após quedas do mesmo nível.

Morte por homicídio suicídio e afogamento totalizou 5 óbitos, sendo dois, um e dois respectivamente. E fechando as causas ainda aparecem Ulcera hemorrágica, desnutrição e hepatite, com uma morte cada patologia.

Quando ouvimos falar no aumento da expectativa de vida, muitos ficam na duvida se realmente isso ocorre. Aqui na cidade no ano passado o número maior de óbitos por faixa etária foi de pessoas com 80 a 90 anos, sendo 64. De 90 aos 100 anos foram 15. A faixa dos 70 a 80 anos teve registro de 50 mortes. 39 pessoas com idade de 60 a 70 anos.

Outras 21 estavam com 50 a 60 anos. Entre 40 e 50 anos 30 pessoas faleceram. Oito pessoas com idades entre 30 a 40 anos foram sepultados no ano passado. Sete tinham entre 20 e 30 anos. Quatro óbitos na faixa de 10 a 20 anos. Morreu uma criança com menos de 10 anos. Finalizando os dados estatísticos por faixa etária, houve outros três recém-nascidos foram sepultados em 2017.

Texto: Erico Malvezi - Com informações de Helton Faller

Mesmo 2018 não sendo um ano bissexto será um ano diferenciado, pois teremos eleições, onde o povo vai escolher presidente, governador, deputados federais e estaduais e senador da republica. Ainda é um ano de copa do mundo.

Desta vez, a Rússia irá sediar os jogos e o Brasil novamente estará buscando o hexa, pois quando o país sediou a copa do mundo em 2014, foi um fiasco total, quem esquece os 7 a 1 que a seleção tomou dos alemães, difícil não lembrar.

E o que esperar de 2018. Crise econômica e financeira tomou conta da vida dos brasileiros nos últimos tempos. Esperança, confiança, sonhos, deverão fazer parte dos pensamentos de todos.

Será que a vida vai melhorar?

O funcionário público Mário Toso, espera ser um ano melhor do que foi o anterior. Segundo ele, não devemos desanimar e sim seguir com confiança no ano que hora se inicia.

Já Vitorio Simonetto, trabalhador autônomo, desabafa dizendo que vai se agarrar em Deus, pois os homens que comandam o País nada fazem por nós. Ele ainda comentou que devemos “seguir o exemplo dos pássaros”, acordar cedo e ir atrás do sustento. (Áudios no vídeo)

Outro fato que chama atenção em 2018 são os feriados

Dos 13 feriados nacionais do ano (incluindo pontos facultativos com ampla adesão), dez poderão ser prolongados, já que a maior parte das datas comemorativas cairá no final ou no começo da semana.

Terá um além do que em 2017, ano que completará nove feriados para "emendar", quando muitas empresas estendem as folgas dessas datas com os finais de semana.

Dos feriados que poderão ser prolongados no ano que vem (incluindo também Carnaval e Corpus Christi), seis envolvem quintas e sextas-feiras. Outros quatro serão nas segundas e terças-feiras.

 

Os trabalhadores que conseguirem folgar em todos os feriados oficiais e facultativos terão 16 dias de descanso. Isso sem contar outras datas comemorativas regionais. Não entram na lista as comemorações municipais como no caso de aniversários da cidade ou de padroeiros ou estaduais facultativas.

1º de janeiro: Confraternização Universal (segunda-feira)

13 de fevereiro: Carnaval (terça-feira)

O Carnaval de 2018 está marcado logo para o início de fevereiro e aí já são mais 5 dias, contando a partir do sábado, 10, até a quarta-feira de cinzas, para descansar ou cair na folia.

30 de março: Sexta-feira da Paixão - A partir da sexta já é possível juntar a folga com o fim de semana e aproveitar para fazer uma viagem de três dias.

21 de abril: Tiradentes (sábado)

Para quem trabalha neste dia, é mais uma folga para descansar.

1º de maio: Dia do Trabalho (terça-feira)

Aqui tem mais uma chance de ter a segunda-feira imprensada e ter um feriadão. Normalmente, no serviço público, o ponto é facultativo.

31 de maio: Corpus Christi (quinta-feira)

Quem conseguir emendar a sexta-feira já ganha um feriadão.

Junho e julho serão dois meses sem nenhum feriado.

7 de setembro: Dia da Independência (sexta-feira)

Feriado na sexta é uma maravilha porque já dá para juntar com o fim de semana.

12 de outubro: Nossa Senhora Aparecida (sexta-feira)

 

A data que também comemora o Dia das Crianças pode ser aproveitada com uma viagem bem divertida para quem tem filhos.

2 de novembro: Dia de Finados (sexta-feira)

15 de novembro: Proclamação da República (quinta-feira)

Mais um feriado próximo de um fim de semana.

25 de dezembro: Natal (terça-feira)

Falando de feriados municipais, Assis Chateaubriand conta com dois: da padroeira Nossa Senhora do Carmo e o aniversario da cidade, nos meses de julho e agosto, respectivamente.

Texto: Erico Malvezi – Publicado por: Gean Senhorini

A bandeira tarifária para o mês de janeiro de 2018 será verde, ou seja, sem custo para os consumidores. O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional. Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Aprimoramento do sistema de bandeiras

No dia 24/10/17 foi aprovada, durante Reunião Pública da Diretoria, audiência pública para discutir a revisão da metodologia das bandeiras tarifárias e dos valores de suas faixas de acionamento. A proposta é de bandeira amarela no valor de R$ 1,00; bandeira vermelha no patamar 1, R$ 3,00; e vermelha no patamar 2, R$ 5,00, a cada 100 kWh consumidos e frações. As sugestões foram encaminhadas até o dia 11/12/17, porém os valores já estão em vigor desde o início de novembro. Leia mais.

Dicas de Economia

No dia 7/11/17, a ANEEL lançou uma campanha de consumo consciente de energia em parceria com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee). Confira as dicas de economia para ser um poupador de energia.

 

 

Em tempos de pouca credibilidade da classe política, onde a corrupção toma conta da vida de muitos políticos, ações diferenciadas chamam a atenção. Se por um lado quando é divulgado algo sobre desvios de dinheiro ou malas sendo entregues para estes ou aqueles políticos, gera comentários nas rodas de amigos e claro nas redes sociais, um fato filmado por uma pessoa e postado nas redes sociais viralizou nos últimos dias.

O prefeito de Nova Aurora, Pedro Leandro Neto, foi “flagrado”, realizando a coleta de entulhos deixados na Praça dos Pioneiros naquela cidade. No dia primeiro logo pela manhã, lá estava o prefeito recolhendo os objetos deixados em comemoração ao ano novo. Ele que mora e tem um estabelecimento na localidade e o prefeito revelou, estava apenas fazendo um ato de cidadania.

Simples fato como tentar deixar a cidade mais limpa é atitude de poucos, isto é perceptível em todos os municípios da região, pois os moradores das cidades jogam entulhos no canteiro central, fazem queimadas e por aí vai. Pedro Leandro Neto lembra que se todos fizessem sua parte tudo seria diferente, inclusive cita o caso da dengue

O prefeito ainda lembrou que no passado na mesma praça muitas garrafas eram quebradas e aí ficava difícil de limpar depois. Neste ano pouquíssimas pessoas sujaram o ambiente, pelo menos isso mudou.

Texto: Erico Malvezi com informações da CBN Cascavel e Catve

Publicado por: Gean Senhorini

Confira o vídeo no link

https://www.terra.com.br/noticias/brasil/catve/videos/prefeito-de-nova-aurora-e-flagrado-juntando-lixos-na-praca,8549332.html

Pagina 7 de 362

Atenção

A reprodução deste conteúdo somente é permitida desde que seja dado o crédito à Rádio Jornal 1470 AM, informando o endereço www.radiojornalam.com.br

Para a reprodução de conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A Rádio Jornal 1470 AM retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a Lei 9.610/1998.