Terça, 05 Dezembro 2017 17:58

Professores suspendem paralisação em protesto contra a Reforma da Previdência marcada para terça

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
ilustrativa

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) organizavam uma greve geral nacional para 5 de dezembro, nesta terça-feira. O manifesto seria em protesto contra a Reforma da Previdência, pretendida pelo Governo Federal e que tinha previsão de ser votada no Congresso Nacional no dia 6.

No Paraná, entre as categorias que prometiam parar as atividades por um dia, era a dos professores. O assunto foi debatido em assembleia geral realizada no último dia 25, em Curitiba, onde representantes de todos os núcleos do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (APP-Sindicato) estiveram reunidos.

A presidente da APP-Sindicato de Assis Chateaubriand, Eliane Heidemann Rocha Pandini, confirmou que a categoria tinha aderido à greve e a orientação era que os professores parassem por um dia, nesta terça-feira. No entanto, como o governo recuou na votação da proposta no Congresso, por ainda não contar com votos suficientes para aprovação, a paralisação dos sindicatos foi suspensa.

De acordo com Eliane Rocha, caso a proposta de mudanças na Previdência seja colocada para votação plenária, o que é dado quase como certo, num momento ou outro, a categoria deve se mobilizar novamente e definir por greve.

Reportagem William Borges

 

Atenção

A reprodução deste conteúdo somente é permitida desde que seja dado o crédito à Rádio Jornal 1470 AM, informando o endereço www.radiojornalam.com.br

Para a reprodução de conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A Rádio Jornal 1470 AM retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a Lei 9.610/1998.