Quinta, 11 Janeiro 2018 18:52

Karate - Vera Fritola é arbitra número 1 do Brasil

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Karate - Vera Fritola é arbitra número 1 do Brasil

Da Assessoria

A Confederação Brasileira de Karate Interestilos divulgou esta semana o credenciamento nacional de árbitros para 2018, e para a grata satisfação dos chateaubriandenses, a professora Vera Lucia Fritola Evangelista, aparece no ranking como a número 1 do Brasil. Para atingir este feito, além de obter nota máxima nos testes, é preciso ter no mínimo o 4º Dan. Vera Fritola obteve nota 10,0 na prática e possuiu o 6º Dan como faixa preta, atendendo com isso todos os requisitos da CBKI.

Os árbitros nível A nacional, como Vera, atuarão como árbitro principal e como auxiliar nas competições promovidas pela CBKI ao longo do ano em todo o território nacional. Vera entende que esta conquista vem do esforço e dedicação de muitos anos a modalidade. “Minha vida é o karate. Me dedico a este esporte, a quase 40 anos e esta conquista veio justamente deste esforço e dedicação”. Comentou Vera.

Os feitos da família Fritola Evangelista no karate vem a cada ano ultrapassando fronteiras. Além de Vera, o professor Luiz Carlos Evangelista também possui atuações de destaque dentro não só da Federação Paranaense de Karate Interestilos como também da CBKI. Leonardo Thadeu Evangelista Fritola, um dos filhos, conquistou em 2016 o vice-campeonato mundial de karate e Larissa Mria Fritola Evangelista vem sendo destaque em várias competições estaduais, nacionais e internacionais.

Atenção

A reprodução deste conteúdo somente é permitida desde que seja dado o crédito à Rádio Jornal 1470 AM, informando o endereço www.radiojornalam.com.br

Para a reprodução de conteúdo fora das condições especificadas entrar em contato com o seguinte e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

A Rádio Jornal 1470 AM retém os direitos autorais do conjunto de textos e fotos publicados no site conforme a Lei 9.610/1998.